Câmara acata pareceres do TCE que aprovam contas de Paranhos de 2018 e 2019

Sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (Foto Flávio Ulsenheimer)

A Câmara Municipal aprovou, por unanimidade na sessão extraordinária desta terça-feira (21), o Projeto de Decreto Legislativo nº 6/2021 e o Projeto de Decreto Legislativo nº 7/2021, da Comissão de Finanças e Orçamento (CFO). Os projetos acatam os pareceres do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) nº 531/2020 e 465/2020, que aprovam, respectivamente, as prestações de conta dos exercícios de 2018 e 2019 do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC).

Os pareceres do TCE foram recebidos na Câmara e analisados pela CFO, que protocolou os projetos de decreto legislativo em 10 de maio deste ano. Após a tramitação das duas proposições, elas foram pautadas pelo presidente Alécio Espínola (PSC) para votação em turno único na sessão extraordinária convocada para logo após a sessão ordinária desta terça.

“Essa aprovação unânime dos vereadores é o reconhecimento do trabalho, do esforço e da dedicação do Executivo Municipal, que se reflete em prestações de contas que foram aprovadas pelo Tribunal de Contas sem nenhuma ressalva. E é preciso reconhecer o trabalho fundamental da Controladoria do Município, que é absolutamente criteriosa na análise de todos os documentos e vigilância sobre os prazos a serem cumpridos, além de alertarem sobre eventuais erros e como corrigi-los a tempo”, destacou Alécio.

Para o vereador Mazutti (PSC), presidente da Comissão de Justiça e Redação, “é preciso parabenizar o chefe do Executivo Municipal, prefeito Paranhos, mas eu preciso também parabenizar a equipe de Finanças, do secretário Renato Segalla, e ressaltar a importância do profissional contábil, por que esse trabalho envolve dados que vêm de todas as secretarias e tiveram todo um cuidado da equipe com a prestação de contas”.

Já o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, Sadi Kisiel (Podemos) enfatizou a análise feita pelo colegiado sobre os pareceres enviados pelo TCE. “A Comissão composta por mim, pelo vereador Serginho e pelo vereador Josias analisou criteriosamente esses pareceres prévios do Tribunal de Contas, que julgou pela regularidade das contas do nosso município. Sabemos da competência e da dedicação da Secretaria de Finanças, e por isso tivemos a tranquilidade para acompanhar os pareceres e peço o voto favorável de todos aos projetos”, relatou Sadi Kisiel.

(Assessoria)

Relacionadas

Leave a Comment