Cascavel tem quase metade do elenco com experiência na Série A do Brasileirão

Ao todo, são 13 atletas que tiveram passagens por equipes que estavam na primeira divisão.

Divulgação/Cascavel

Montar um elenco para a disputa da Série D do Brasileirão não é uma tarefa fácil. Mas a diretoria do Cascavel se esforçou para ter um conjunto de alto nível para buscar o acesso nesta temporada.

Quase metade dos jogadores da Serpente Aurinegra já tiveram a experiência de disputar a Série A. Ao todo, são 13 atletas que tiveram passagens por equipes que estavam na primeira divisão.

Em todos os setores do time comandado por Tcheco temos exemplos. No setor defensivo, por exemplo, os laterais Libano e Doka já atuaram por Internacional e Santos, respectivamente. Assim como o zagueiro Diego Giaretta, que passou por Grêmio Barueri e Botafogo.

No meio de campo, França jogou por Palmeiras e Figueirense. Já Fabrício vestiu a camisa do Sport, em 2018.
No ataque, Léo Itaperuna passou por Fluminense e Paraná, Lucas Coelho esteve no Grêmio e Goiás, Rodrigo Alves jogou na Chapecoense e Felipe Micael tem passagem pelo Ceará.

O atleta com mais jogos na Série A é o meia Tiago Luís, que está em fase final de recuperação de uma lesão na panturrilha. Ele jogou por Santos, Atlético-MG, Chapecoense, Joinville e América-MG.

Essa bagagem é somada aos atletas que também tem no currículo acessos nas demais divisões do futebol brasileiro e com experiência nas Séries D e C.

A experiência do elenco é destacada pelo técnico Tcheco, principalmente para o time manter o foco após o ótimo início do Cascavel na Série D. O clube aurinegro lidera o Grupo 8 com quatro vitórias e um empate.

“Os atletas têm uma boa experiência e isso é muito importante. Nós não conquistamos nada ainda. Estamos bem resguardados sim, mas vamos pensar passo a passo. Teremos jogos muito difíceis ainda”, diz o treinador.

Neste sábado, a Serpente vai até Jaraguá do Sul enfrentar o Juventus. A partida será às 15 horas, no estádio João Marcatto.

(Assessoria)

Deixe um comentário