Cascavel: Território Verde será um dos parques mais belos do mundo

Projeto arquitetônico desenvolvido pelo Escritório Jaime Lerner foi apresentado na manhã desta terça-feira e laça um novo olhar sobre a região do Lago Municipal de Cascavel

Preservação ambiental, turismo, lazer, economia, cultura e outras atividades. Essa é a concepção do Território Verde, um amplo espaço na região do Lago Municipal que ganhará mais vida com a implantação dos projetos que foram apresentados na manhã desta terça-feira (17) por arquitetos do Escritório Jaime Lerner.

O Território Verde foi um dos últimos trabalhos arquitetônicos com a participação de Jaime Lerner, que morreu em maio deste ano. Lerner é considerado um dos maiores urbanistas do mundo.

O novo olhar sobre a região do lago reforçará a preservação e valorização da identidade local, da memória urbana e das paisagens urbanas e naturais.

A pista de caminhada, ciclovia  e a Avenida Rocha Pombo serão requalificadas, assim como todo o entorno do lago municipal e do parque ambiental Paulo Gorski, considerado a maior floresta urbana da região Sul do Brasil. A orla contemplará um espaço gastronômico com restaurantes e café, além de palco flutuante, playgrounds, portais, academia ao ar livre, entre outros espaços de cultura e lazer.

O Território Verde terá uma legislação específica  que irá definir as construções e a forma de construir no entorno da área. A chamada Via Parque, que percorrerá todo o Território Verde, deverá priorizar a mobilidade de pedestres e ciclistas por meio de calçadas largas e permeáveis, ciclovias e vias compartilhadas com identidade visual e mobiliário urbano específico, além de sombreamento arbóreo.

“O que a gente quer trazer para Cascavel é que seja um dos mais belos parques do mundo”, afirma Felipe Guerra, arquiteto do Escritório Jaime Lerner.

O prefeito Leonaldo Paranhos lembrou que não se trata apenas de um projeto de embelezamento, mas também de preservação ambiental e disse que está discutindo com a Sanepar, que tem o lago como reservatório, para fazer os investimentos no espaço.

“Não abro mão de que a Sanepar seja, de fato, a patrocinadora desse investimento nesta área. Claro que será transformado em um espaço de lazer, turismo e gastronomia, mas tudo isso que nós estamos fazendo é para dar proteção ambiental ao nosso lago e a sanepar tem que ter interesse para isso”, afirmou.

Ailton Lima, diretor da Secretaria de Meio Ambiente, destacou que o projeto harmoniza as questões ambientais e de lazer. “A ideia é transformar o que a gente já tem, de maneira sustentável, para que possa ser mais uma ferramenta, mais um espaço, não só de lazer, mas também de educação ambiental”, avalia.

Foto e Texto: Secom Cascavel

Relacionadas

Leave a Comment