A decisão de retomar os passeios aconteceu, no final da tarde desta segunda-feira, depois de reunião entre representantes da Marinha, do Parque e do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), órgão ambiental do governo brasileiro, em que se chegou a conclusão de que não há motivos para a restrição. Foram fornecidas maiores informações sobre os procedimentos de monitoramento e segurança relacionados às atividades de visitação no local.

Em nota, o Parque Nacional do Iguaçu afirma que o passeio é seguro e possui as principais certificações com padrões internacionais.

“Importante destacar que o Parque Nacional realiza periodicamente monitoramento de encostas. Quando necessário e conforme recomendação dos especialistas a unidade realiza obras de contenção. Nesta segunda-feira, 10 de janeiro, o Parque completou 83 anos de existência, trazendo a seus visitantes experiências inesquecíveis de maneira segura”, diz o comunicado.

Em 83 anos de existência, a unidade nunca registrou incidente geológico envolvendo pessoas.

Foto: Marcos Labanca

(Banda B)