Ciclone tropical atinge o Haiti após terremoto; crise humanitária piora

Tempestades severas, com ventos de até 75km/h, ainda podem assolar a ilha e causar deslizamentos e inundações com riscos de mais mortes

Nessa segunda-feira (16/08), o ciclone tropical Grace atingiu o Haiti piorando a situação humanitária do país. Um terremoto de magnitude 7,2 assolou a região no sábado (14/08), deixando mais de 1400 mortos.

Tempestades severas, com ventos de até 75km/h, estão previstas na ilha e podem causar deslizamentos, além de inundações com riscos de mais perdas humanas, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC).

Espera-se que o ciclone passe também pela República Dominicana, Jamaica, Cuba e Ilhas Cayman entre esta terça (17/08) e quarta-feira (18/08).

Rastros de destruição do terremoto

Além dos óbitos, centenas de pessoas ficaram desabrigadas e feridas devido ao abalo sísmico do sábado. Hospitais sofrem superlotações com a chegada de pessoas machucadas originárias da cidade de Les Cayes, epicentro do terremoto, mas também de cidades próximas. Segundo a agência internacional RFI, há pacientes instalados até mesmo na rua.

O primeiro-ministro do Haiti, Ariel Henry, lamentou as mortes e disse em comunicado que já mobilizou recursos do governo para ajudar as vítimas: “Meus sentimentos aos parentes das vítimas deste sismo que gerou tantas perdas de vidas humanas e materiais em vários departamentos do país”.

Foto: Fernando Llano/AP

(Metrópoles)

Relacionadas

Leave a Comment