Curitiba chega aos 329 anos como a segunda melhor capital do País em saneamento

Indicadores de saneamento da cidade já cumprem meta estabelecida por marco legal para 2033

Foto: Arquivo Sanepar/Maurílio Cheli

Nesta terça-feira, 29 de março, quando Curitiba completa 329 anos, sua população tem muito a comemorar, principalmente por morar em uma cidade com um dos melhores indicadores de saneamento do País. Na capital do Paraná, 100% da população urbana é abastecida com água tratada e quase 98% têm acesso à rede coletora de esgoto, sendo que 100% do esgoto coletado é tratado.

Com esse indicador a Sanepar antecipa e ultrapassa, no município, a meta do novo marco legal de saneamento que determina que em 2033 as cidades devem ter 99% da população atendida com água potável e 90% com sistema de esgotamento sanitário.

Os índices contribuem para que Curitiba seja considerada a segunda capital do Brasil em saneamento, conforme o ranking divulgado na última semana pelo Instituto Trata Brasil, com base em dados de 2020 registrados no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério de Desenvolvimento Regional. Naquele ano, os investimentos da Sanepar em Curitiba foram de R$ 158 milhões. Em 2021, a Companhia investiu cerca de 60% a mais, com R$ 252 milhões de recursos em ampliação e manutenção dos sistemas de água e de esgoto da cidade.

Uma das principais obras concluídas foi a de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Belém, que teve aumentada a capacidade de tratamento de 1.500 litros de esgoto por segundo, para 2.520 litros por segundo, tornando-se a maior estação do Estado.

Atualmente, a ETE Belém trata esgoto de cerca de 800 mil moradores de Curitiba e São José dos Pinhais e a ampliação do processo de tratamento ocorrerá de forma gradativa, tendo projetado o crescimento da demanda até o ano de 2033.

No abastecimento público, a Sanepar está concluindo a obra que moderniza o modelo de distribuição de água para atender ao crescimento populacional e melhorar a integração do sistema de abastecimento da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), seguindo indicação do Plano Diretor do Sistema de Abastecimento Integrado (SAIC).

Essas intervenções vão elevar a capacidade de reservação para 414 milhões de litros e expandir em 107 quilômetros a rede de água. Foram construídos quatro novos reservatórios em Santa Quitéria, Sítio Cercado, Lamenha Pequena e Butiatuvinha. E as redes novas estão sendo interligadas ao sistema já existente para tornar mais dinâmico o sistema de distribuição.

HOMENAGEM A CURITIBA

Em homenagem ao aniversário da Capital, a Sanepar iluminou com as cores verde e vermelha, da bandeira do município, o reservatório do Alto da XV e também a logomarca da empresa no prédio da sede, no bairro Rebouças.

(AEN)

Relacionadas

Leave a Comment