Famílias de áreas rurais afetadas pela crise hídrica receberão cestas básicas

Mil cestas foram repassadas à Defesa Civil na manhã desta quarta-feira e serão distribuídas ainda nesta semana

Divulgação

Em um trabalho conjunto, as secretarias de Assistência Social (Seaso), da Agricultura (Seagri), Defesa Civil e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) farão a entrega de mil cestas básicas à famílias que vivem na zona rural de Cascavel e que foram cadastradas no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) por estarem em situação de vulnerabilidade social.

Cada cesta é composta por 20 quilos de alimentos, chegaram na manhã de hoje (2) na sede da Defesa Civil e serão repassadas, a partir de amanhã (3) às famílias ainda nesta semana.

“As cestas básicas que recebemos são provenientes de um recurso do Ministério de Desenvolvimento Regional, junto à Defesa Civil Nacional, repassado ao Município de Cascavel a partir da solicitação que o prefeito Paranhos fez em razão da crise hídrica homologada pelo Governador Carlos Massa ratinho Júnior. A Prefeitura fez adesão à crise hídrica, porque nos últimos três anos choveu menos da metade do que é necessário para que os reservatórios ficassem abastecidos. E, em todas as crises, a população mais afetada é sempre as famílias mais vulneráveis e estas vão receber uma cesta básica, como ajuda emergencial para enfrentar este momento difícil por conta da crise hídrica”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Márcio Ribeiro.

Somente as famílias que já foram cadastradas e identificadas pela Seaso em situação de pobreza e extrema pobreza, e que vivem na zona rural, vão receber esta ajuda emergencial. O atendimento continuado é feito pela Secretaria de Assistência Social que possui políticas públicas de apoio às famílias, como o Cartão Promover e outras políticas que garantem o atendimento às famílias classificadas em situação de pobreza e extrema pobreza.

Água potável

“Além destas cestas básicas o Município de Cascavel, também está disponibilizando para as comunidades rurais o fornecimento de água potável. Estamos repassando 30 kits com motor bomba e reservatório de seis mil litros para que as famílias consigam ter acesso à água potável. Com a crise hídrica, muitas nascentes não tem jorrado a água necessária para o abastecimento das comunidades, e e estes motores vão puxar a água da mina , até o reservatório, e assim, vamos conseguir atender a todos”, concluiu o coordenador da Defesa Civil.

(Secom)

Relacionadas

Leave a Comment