Fundo libera R$ 3,35 milhões para programa habitacional

Com esses recursos a Cohavel vai construir 27 unidades habitacionais dentro do programa “Para Morar Cascavel”

Secom

Com esses recursos a Cohavel vai construir 27 unidades habitacionais dentro do programa “Para Morar Cascavel”

O Fundo Municipal de Habitação liberou hoje (27) cerca de R$ 3,35 milhões ao programa ‘Para Morar Cascavel’. Com estes recursos, a Companhia Habitacional de Cascavel (Cohavel) vai construir 27 casas em vários bairros da cidade. Só no loteamento Gralha Azul, no bairro Interlagos, serão 18 moradias.

As unidades habitacionais terão 41 metros quadrados e serão construídas em uma área de 3,6 mil metros quadrados, localizada no cruzamento das ruas Sócrates com Lusíadas. Cada terreno terá em média 180 metros quadrados.

A Construção das casas será feita em regiões distintas da cidade. Além das 18 unidades habitacionais que serão construídas no Gralha Azul, duas casas serão edificadas no loteamento Santa Mariana, quatro no Jardim União e três no Tarumã, com obras simultâneas.

“Nós abriremos a licitação para esta obra já no mês de dezembro. Quando as obras estiverem em torno de 50% serão abertas as inscrições e, isso deve ocorrer provavelmente em junho do ano que vem. Poderão se inscrever para estas 27 unidades habitacionais famílias com renda salarial de um a seis salários mínimos que não possuem casa própria ou tenham qualquer restrição de crédito”, explicou o presidente da Cohavel, Vinicius Boza.

As casas terão dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em lotes e com modelos arquitetônicos que permitem ampliações futuras pelos proprietários.

Com a licitação aberta em dezembro, a Cohavel prevê o início das obras para o mês de janeiro de 2022, com a entrega das chaves 12 meses após o início da construção.

O presidente da Cohavel disse ainda que a proposta é ampliar ainda mais o acesso à moradia. “O Município pretende atender cerca de mil famílias com este programa habitacional que oferece moradia digna para as famílias cascavelenses”, afirmou.

(SECOM)

Relacionadas

Leave a Comment