Ginásio do Creas acolhe 35 moradores de rua e animaizinhos em noite de frio intenso em Cascavel

Este é o segundo ano consecutivo que Prefeitura de Cascavel transforma o espaço em um alojamento para pessoas em situação de rua

Secom

As previsões de uma onda de frio intenso se confirmaram em Cascavel. Assim, pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura abriu as portas do Ginásio do Creas, no Bairro Coqueiral, para abrigar os moradores em situação de rua. Ontem (16), foi a primeira noite de acolhimentos no espaço. Conforme a Secretaria de Assistência Social, houve 35 acolhimentos de pessoas. Além disso, os animaizinhos também puderam se esconder do frio no Ginásio. Ao todo, foram oito cachorros que até tinham casinhas especiais para eles e ainda receberam ração.

A ação se estenderá por toda a semana. O ginásio foi transformado em um alojamento, todo preparado prestar o serviço de acolhimento, com capacidade para atender até 50 pessoas. São colchões, cobertores, travesseiros e até aquecedor para garantir uma noite quentinha e bem longe das ruas frias. Ações para a próxima semana ainda serão avaliadas.

Além do acolhimento no local, a equipe da Abordagem Social seguirá percorrendo as ruas durante a noite em busca da população de rua, oferecendo estrutura mais confortável para abrigar-se durante o frio.

Aos cascavelenses que quiser participar da ação com uma doação, o Provopar está intermediando o serviço. Para isso, basta levar a doação no espaço que fica na Rua Martin Afonso Pensa, 550, no Pacaembu. O telefone para contato é o (45) 3902-1422.

Acolhimento

O Município conta ainda com a Casa Pop e o Albergue Noturno, que possuem 50 vagas cada um, todos os dias, para prestar o acolhimento às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nos locais, eles recebem toda assistência da equipe, alimentação, roupas quentes, cobertas e um local quentinho para dormir e driblar o frio.

O cidadão cascavelense que encontrar uma pessoa em situação de vulnerabilidade, passando frio, também pode ajudar neste trabalho. O caminho é acionar a equipe de Abordagem Social, por meio do telefone (45) 98431-6376. Os servidores vão até o local e encaminham a pessoa ao Centro Pop, onde há um atendimento técnico, alimentação, higiene e depois o atendido é enviado a uma das casas de acolhimento da cidade.

(Secom)

Deixe um comentário