Grêmio recebe o Fluminense no desespero para fugir da Série B

A bola rola a partir das 21h30 sem presença de público no estádio

© Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio enfrenta o Fluminense, às 21h30 (horário de Brasília) desta terça-feira (9), em Porto Alegre, em um jogo essencial na tentativa de escapar do rebaixamento à segunda divisão do futebol brasileiro. A partida representa a chance de o Imortal encerrar uma sequência de quatro derrotas consecutivas e diminuir a diferença para o primeiro time fora da zona de descenso, que no momento é o Santos, com 35 pontos, nove a mais do que a equipe gaúcha, que está na 19ª colocação na tabela da Série A. O Fluminense entra em campo como o oitavo colocado, com 42.

Para tentar cumprir a tarefa de se salvar da queda, o Grêmio terá uma série de obstáculos no duelo de hoje. O primeiro estará nas arquibancadas da Arena Grêmio. Ou melhor, não estará. Esta será a primeira partida do time como mandante depois da decisão do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que determinou portões fechados nos jogos do Tricolor gaúcho em casa até o fim do Brasileirão. A pena foi decorrência da invasão de torcedores ao gramado após a derrota por 3 a 1 para o Palmeiras, no último dia 31.

Além disso, o técnico Vagner Mancini não terá à disposição uma série de jogadores. Os jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar tiraram de ação três jogadores do Grêmio: Gabriel Chapecó (Brasil), Borja (Colômbia) e Villasanti (Paraguai). Outros dois atletas estão suspensos: Cortez e Thiago Santos.

Do outro lado, o Tricolor das Laranjeiras não tem grandes preocupações. A vitória diante do Sport por 1 a 0 no último sábado (6) deixou a equipe ainda mais afastada da zona de rebaixamento. No momento, o Fluminense joga para tentar uma vaga na Libertadores, independente de qual seja a posição final necessária no Brasileirão. Atualmente, o time está sete pontos atrás (com um jogo a menos) do Bragantino, que ocupa a quarta colocação no campeonato e seria o último classificado de forma direta à competição continental. O G-6, que dá acesso à fase preliminar da Libertadores e cujo integrante mais próximo no momento é o Corinthians, está a cinco pontos de distância.

No entanto, como as finais da atual temporada da Libertadores (Flamengo x Palmeiras), da Copa Sul-Americana (Bragantino x Athletico Paranaense) e da Copa do Brasil (Atlético Mineiro x Athletico Paranaense) envolvem times que ocupam atualmente os quatro primeiros lugares do Campeonato Brasileiro, existe a possibilidade de o G6 se transformar em G9, o que garantiria ao Tricolor carioca uma vaga no principal torneio da América do Sul se mantiver a posição que ocupa atualmente.

Para o duelo desta terça, Marcão poderá repetir a escalação que enfrentou o Sport. O Fluminense não tem desfalques de última hora, apenas as ausências de Ganso e Hudson por lesão, que já estão fora do time há meses.

O confronto entre os tricolores será apitado por Vinícius Gonçalves Dias Araujo, de São Paulo, com os assistentes Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli , também de São Paulo. Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) será o árbitro de vídeo.

(Agência Brasil)

Relacionadas

Leave a Comment