Hospitais do Estado abrem vagas para programas de residência médica

São três vagas em psiquiatria no Hospital Adauto Botelho, em Pinhais, e duas em cirurgia geral no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá. O valor da bolsa aos médicos residentes será de R$ 4.106,09

Com o objetivo de qualificar e fortalecer a assistência em saúde, mais dois programas de residência médica são implantados no Estado. Um deles é em cirurgia geral, no Hospital Regional do Litoral, e o outro em psiquiatria no Hospital Adauto Botelho, na Região Metropolitana de Curitiba.

A iniciativa é da Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP), responsável pelo processo de seleção dos candidatos. Do total das vagas, três são para residência médica em psiquiatria no Adauto Botelho, em Pinhais, que atende pacientes com transtornos mentais, e duas para cirurgia geral no Hospital do Litoral, situado em Paranaguá. Os dois programas têm duração de três anos. As inscrições encerram em 11 de janeiro e podem ser feitas no site da ESPP.

“Este é um passo importante para a expansão das bolsas de estudo em todo o Paraná. Nesta gestão, a ESPP tem sido fortalecida e referência na formação e qualificação profissional. A prioridade é que seja um centro formador de novos profissionais atuantes no Sistema Único de Saúde (SUS), em áreas que demandam muitos atendimentos”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O processo de seleção acontecerá em duas fases, com uma prova objetiva, no dia 23 de janeiro, com 50 questões de múltipla escolha e igual número de questões nas áreas básicas de clínica médica, cirurgia geral, pediatria, obstetrícia, ginecologia e medicina preventiva e social.

Na segunda fase será feita análise do currículo do candidato. O valor da bolsa assegurada aos médicos residentes, em regime especial de treinamento em serviço, será de R$ 4.106,09.

A ESPP oferece também programas de Residência Multiprofissional em Saúde Mental e Programa em Área Profissional da Saúde Enfermagem Obstétrica

ESCOLA – A ESPP investe na formação e qualificação dos profissionais para o Sistema Único de Saúde (SUS). Atua na formação inicial, ensino profissionalizante e ensino superior. Criada em 1958 com a vocação de atender à implantação e desenvolvimento de programas, ações e serviços, assim como formar profissionais especialistas para a atuação na área da saúde pública.

(aen)

Relacionadas

Leave a Comment