Investimentos da Sanepar em sistemas de água e esgoto crescem 23,7%

Índice refere-se ao primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado. Companhia investiu R$ 552 milhões em obras de água e de esgoto em todo o Estado, com mais 28.700 famílias atendidas com sistema de coleta e tratamento. A crise hídrica levou a empresa a antecipar obras nos sistemas de abastecimento.

No primeiro semestre de 2021, a Sanepar investiu R$ 552 milhões em obras de água e de esgoto em todo o Paraná. O montante é 23,7% maior do que no mesmo período de 2020. Além de obras de melhoria, a Companhia implantou coleta e tratamento de esgoto em algumas cidades que ainda não contavam com o serviço. Isso fez com que 28.700 famílias passassem a ser beneficiadas no Estado.

A crise hídrica levou a Companhia a antecipar obras nos sistemas de abastecimento para mitigar os efeitos da estiagem que afeta o Paraná há mais de um ano. Na Região Metropolitana de Curitiba, tiveram início as obras de transposição de água do Rio Capivari, em Colombo, até a Barragem do Iraí, entre os municípios de Pinhais e Piraquara. Prevista para 2025, esta obra foi antecipada e incrementará 700 litros de água por segundo ao sistema de abastecimento integrado da RMC.

Também está em fase de conclusão a construção de quatro novos reservatórios de água tratada em Curitiba, que vão reforçar o sistema de distribuição na Região Metropolitana. As novas estruturas são no Sítio Cercado, Santa Quitéria, Lamenha Pequena e Butiatuvinha.

Houve, ainda, diversos investimentos na região dos Campos Gerais. Em Ponta Grossa, a Sanepar concluiu mais uma fase das obras de ampliação do sistema de distribuição de água, com tubulações de maior porte e equipamentos que melhoram a pressão e a vazão do sistema. Em São João do Triunfo, foi entregue o maior sistema rural de abastecimento de água do Estado, que vai atender as comunidades de Coxilhão do Meio, Coxilhão Santa Rosa e Vitorianos. Em Ortigueira, foram implantados cerca de 10 quilômetros de tubulação e equipamentos que aumentaram em 50% a capacidade de produção de água na cidade.

Em Paranavaí (Noroeste), estão em andamento obras que ampliam o sistema de abastecimento de água, com a interligação de dois poços. Em Cascavel (Oeste), foi concluído o reservatório de água Florais, com capacidade de 2 milhões de litros. Foi finalizada também a captação de água do Rio São José e está sendo ampliada a estação de tratamento de água. Estão em andamento, ainda, a ampliação do sistema de coleta de esgoto, com cerca de 10 quilômetros de rede.

Em Colombo (RMC), teve início a implantação de cerca de 100 quilômetros de redes e coletores de esgoto, que vão beneficiar 4.207 famílias dos bairros Roça Grande, São Gabriel, Arruda, Embu, Maracanã, Fátima e Guarani, elevando o atendimento para 73% da população.

Em Coronel Vivida e Bom Sucesso do Sul, também estão em andamento obras que ampliam e melhoram o sistema de esgotamento sanitário. Em Iretama, está em implantação o serviço, com a construção de uma estação de tratamento e a execução de três quilômetros de rede coletora. Em Altônia e Umuarama, foram concluídas obras de ampliação do sistema de esgoto.

AMBIENTAL – A empresa também investiu em proteção do meio ambiente. Um exemplo é a destinação de cerca de R$ 4,4 milhões em ações ambientais e no plantio de 138 mil mudas de árvores em 250 hectares no entorno das barragens Piraquara II e Iraí, na Região Metropolitana de Curitiba. A previsão é de plantio de angico, araçá, cedro-rosa, imbuia, jabuticabeira, ipê-amarelo e paineira. A operação, iniciada em junho, segue um cronograma que se estende por quase três anos. No momento, está sendo preparado o canteiro de obras.

Foto: Sanepar

(AEN)

Relacionadas

Leave a Comment