Lance de R$ 50,7 milhões arremata nova duplicação da Rodovia dos Minérios

Fase de lances da licitação do projeto e da obra foi realizada pelo DER-PR nesta sexta-feira (12).

© Ari Dias/AEN

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) realizou nesta sexta-feira (12) a fase de lances da licitação do projeto e da obra de duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios, no perímetro urbano de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

Participaram três empresas, disputando com lances cada vez menores, por meio da ferramenta de pregão eletrônico do portal Licitações-e, do Banco do Brasil. O valor vencedor foi de R$ 50,7 milhões, após contraproposta do DER/PR, com os demais lances finais ficando em R$ 53,01 milhões e R$ 85 milhões.

A empresa que arrematou a licitação tem um prazo de três dias úteis para reelaborar e apresentar sua proposta, adequada ao novo valor, além de encaminhar demais documentos exigidos em edital. Caso a documentação seja aceita, o resultado será publicado no portal Compras Paraná e em Diário Oficial, abrindo período para interposição de recursos.

A licitação está utilizando a modalidade Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi), que permite a elaboração do projeto e execução da obra em um único contrato, garantindo mais agilidade ao processo, e prevendo também a possibilidade de empregar soluções e tecnologias mais inovadoras.

OBRA

A obra terá início no km 14,3, pouco antes da Avenida Colonial, e segue até o km 15,6, logo após o entroncamento com a Rua Lourenço Ângelo Buzato, em uma extensão total de 1 quilômetro e 280 metros. A pista central do trecho será alargada para ambos os lados, passando a ser constituída por placas de concreto de cimento Portland de 28 centímetros de espessura, com vida útil de 20 anos.

Serão duas pistas de rolamento de 3,60 metros cada em cada sentido, separadas por uma barreira central de concreto tipo New Jersey e acostamentos internos de 1 metro de largura, além de acostamentos externos de 2,5 metros de largura. A velocidade projetada para a pista central é de 80 km/h.

No entroncamento com a Rodovia do Calcário (PR-509) está prevista uma nova interseção em desnível tipo diamante, com dois viadutos paralelos e duas rotatórias, além de uma alça exclusiva para o fluxo de trânsito entre Almirante Tamandaré e Curitiba, reduzindo os entrecruzamentos na via.

Também está prevista a implantação de vias marginais nos dois lados da rodovia, uma passarela, passeios, ciclovias e iluminação viária ao longo do trecho duplicado. Para garantir o escoamento da água das chuvas, estão previstos dispositivos de drenagem, como sarjetas, valetas, meios-fios, descidas d’água, bocas de lobo, tubulações e bueiros.

O prazo de execução do projeto e da obra, após concluída a licitação, assinado o contrato e emitida a ordem de serviço, é de 540 dias (18 meses).

OUTRO TRECHO

Está em execução a obra de duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios, em outro trecho, iniciando na ponte sobre o Rio Barigui, um pouco antes do entroncamento com o Contorno Norte de Curitiba, seguindo por 4,74 quilômetros até o local onde terá início a nova obra.

O Governo do Estado, por meio do DER/PR, está investindo R$ 90,6 milhões na implantação de uma nova pista central em pavimento rígido de concreto, vias marginais, pontes, viadutos, passarela, calçadas e ciclovias.

(AEN)

Relacionadas

Leave a Comment