Uncategorized

Mundo animal: Os pets estão vivendo mais

O Jornal Boas Notícias bateu um papo sobre veterinária, saúde e amor aos
animais com o médico veterinário Dr.Rafael Steffens que há dois anos inaugurou a Clínica VetPrime em Toledo.

Rafael soube desde muito novo que o amor pelos animais o levaria a fazer a faculdade de veterinária e seguir por toda a vida cuidando desses seres tão amáveis. Na entrevista, ele diz que a veterinária de Toledo evoluiu, prova disso se reflete na expectativa de vida dos animais, que aumentou.

Graduado pela Universidade Federal do Paraná (2007-2011), fez residência na Clínica Médica de Pequenos Animais na Universidade de Cuiabá (2011-2012), residência uniprofissional em Clínica Médica de Pequenos Animais na Universidade Federal do Paraná (2013-2015). Após as residências trabalhou em clínica veterinária no sudoeste do Paraná, por 3 anos até abrir a Vetprime em Toledo. Em 2018 iniciou o mestrado com ênfase em cirurgia veterinária na Universidade Federal da Fronteira Sul e terminando no início de 2020. Rafael hoje atua nas áreas de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais, cães e gatos.

Dr. Rafael nos fale sobre a clínica e seus diferenciais?

R- Hoje a clínica conta com 3 médicos veterinários, oferecemos atendimentos especializados em oftalmologia, dermatologia e ortopedia veterinária. Outro diferencial que oferecemos aqui na clínica é o atendimento individualizado por espécies, tendo separação de consultórios, internamento e sala de recepção para cães e gatos, o que promove bem-estar tanto para os pacientes e tutores. Outro diferencial é que a clínica possui setor de diagnóstico por imagem, raios-X digital e ultrassom 24 horas por dia e laboratório de exames sanguíneos próprio também 24 horas, o que dá muito mais rapidez em se chegar em um diagnóstico acurado.

A clínica presta serviços voluntários?

R- Aqui na clínica sempre tentamos oferecer uma castração ao mês para os animais que passam por dificuldades, além de sempre incentivar a posse responsável pelos tutores, pois ter um cão ou um gato implica em responsabilidades, como manter a saúde e bem-estar desse animal em dia.

Quais os desafios que tiveram com a pandemia na clínica?

R- O principal desafio que veio com a pandemia foi o aumento dos custos que estamos passando, como por exemplo, o custo dos materiais hospitalares que aumentaram de forma exponencial devido ao aumento da procura na pandemia.

Qual o futuro da veterinária em Toledo?

R- Acredito que Toledo segue no mesmo que outras cidades já passaram, o serviço veterinário melhorou muito, um reflexo disso é o aumento da expectativa de vida de cães e gatos, hoje a gente atende pacientes com idade de 15, 16 anos que estão bem, as pessoas estão cuidando melhor dos animais, e estão demandando mais por parte dos médicos veterinários, e Toledo seguem essa tendência, vejo que hoje dificilmente as pessoas precisam se deslocar para outra cidade em busca de atendimento veterinário de qualidade, e isso ótimo para cidade.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário