Palestras sobre morangos é realizada para produtores de orgânicos na Agrotec

O evento aconteceu durante toda a terça (9) e contou com a presença de especialistas

Durante o dia todo de ontem (9), a Agrotec (Escola Tecnológica Agropecuária) recebeu no auditório da instituição a presença de produtores de orgânicos de Cascavel e região para um dia de palestras sobre o cultivo de morangos. As atividades são uma parceria entre a Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico), a Biolabore e pelo Governo do Estado, por meio do programa Paraná Mais Orgânico.

“Hoje a gente focou o dia para tratar sobre o cultivo de morango e tem bastante produtores de morangos da região que vieram prestigiar o evento para aprender como produzir sem uso de agrotóxico, o manejo de pragas e doenças, escolha de mudas, qual tipo de cultivo é melhor, qual que produz mais, então o dia foi focado sobre o essa fruta”, explicou o técnico em agropecuária da Biolabore, Jeferson Cruz dos Anjos.

Para um dos palestrantes do dia, o técnico agrícola, Ederlan da Silva Nunes, esses tipos de treinamentos são essenciais para o bom desenvolvimento dessa cultura que é sustento de muitas famílias. “Andando e visitando os produtores, percebi que muitos deles não estavam conseguindo produzir devido as informações que eles não tinham. O pessoal não era habituado com a cultura, com os manejos e eu comecei a dar indicações e elas foram dando resultados, eles começaram produzir, a ter qualidade e sabor, a zerar defensivos e isso foi chamando a atenção. Esses produtores são atendidos pela Biolabore e repercutiu, conheci o pessoal e devido essa necessidade que não era só de um ou outro e sim, a maioria, me pediram para fazer um treinamento especial e hoje é fruto disso”.

Segundo ainda Ederlan, sua palestra abrangeu desde o manejo nutricional, as variedades, o manejo das mudas, da estrutura, dicas que deram resultados positivos para aqueles que já recebem acompanhamento, “a gente viu que mudou da água para o vinho. Hoje o foco é levar conhecimento além das pessoas que atendo diretamente”, completou.

(Secom)

Relacionadas

Leave a Comment