Paranhos determina que famílias atingidas por incêndio sejam acolhidas

Ginásio do Creas Augusto será o local para onde as famílias que ficaram sem abrigos serão levadas. Incêndio destruiu cerca de 12 casas no Jardim Esmeralda

Foto Manoel Teixeira

O prefeito Leonaldo Paranhos, que está em Curitiba, acompanhou da capital do Estado as notícias sobre o incêndio que destruiu cerca de 12 casas no Jardim Esmeralda, na noite desta segunda-feira (22), e determinou que as famílias atingidas sejam acolhidas imediatamente. O ginásio do Creas Augusto foi preparado para receber os desabrigados.

Paranhos determinou que a Defesa Civil, a Secretaria de Assistência Social e todas as demais secretarias se unam em um grande mutirão para atender às famílias emergencialmente.  “A gente vai fazer o máximo possível para diminuir esse impacto, esse desconforto que atingiu essas famílias”, afirmou o prefeito.

De acordo com o prefeito, após esse acolhimento emergencial, a Cohavel vai estudar a possibilidade de realocar as famílias que ficaram desabrigadas.

O secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi Junior, acompanhou diretamente no local a situação, conversou com as famílias e disponibilizou o ginásio do Creas para abrigar as famílias.

“Porém, infelizmente tem uma resistência grande, as famílias não estão aceitando ir para esse lugar. Estamos dialogando com eles”, afirmou Hudson.

A Assistência Social identificou 12 famílias atingidas e que foram cadastradas, num total de 39 pessoas, 15 delas crianças e adolescentes.

No ginásio foi disponibilizado colchões, cobertores e lençóis, além de toalhas para banho e alimentação. O Provopar também está auxiliando no acolhimento das famílias.

 

Relacionadas

Leave a Comment