Professor da UEL é eleito para comitê científico de associação internacional de lusitanistas

Frederico Garcia Fernandes foi eleito por votação no 13º Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas pelos membros votantes e vai representar toda a categoria dos pesquisadores em língua lusófona, em diversos países.

O professor Frederico Garcia Fernandes, do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), foi eleito membro do Comitê Científico da Associação Internacional de Lusitanistas (AIL). Foi eleito por votação no 13º Congresso da AIL pelos membros votantes e vai representar toda a categoria dos pesquisadores em língua lusófona, em diversos países. O termo lusófono refere-se a países que falam português ou têm o idioma como lígua materna.

A Associação é responsável pela internacionalização dos estudos lusitanistas em países de língua lusófona ou em que se realizem estudos e pesquisas em língua portuguesa. “O Comitê Científico, o qual represento, cuida da análise de pesquisas e projetos para a próxima edição do evento, como uma curadoria, além de manter as relações entre os membros pesquisadores de diversos países”, explica o professor.

Como membro permanente do comitê, Frederico poderá trabalhar com associados e escolhê-los para compor a avaliação de trabalhos e pesquisas interdisciplinares em estudos de português. “Os estudos sobre teatro, literatura ou outras áreas, fora do Brasil, são bastante interdisciplinares. Há pesquisas na área de História, Antropologia, Filosofia, entre muitos outras áreas do conhecimento”, ressalta Fernandes.

O professor foi escolhido entre membros de diversas nacionalidades por conta do seu trabalho de internacionalização dos estudos de língua portuguesa. “Os candidatos são pesquisadores que têm um trabalho de notabilidade na disseminação dos estudos na língua”, afirma ele, que lecionou no Canadá, Itália e na China, em Macau, região autônoma do país asiático colonizada por portugueses.

O mandato é de dois anos, até a 14ª edição do Congresso da entidade, que será em 2023. O local do próximo Congresso da AIL ainda não foi confirmado pela organização do evento.

Foto: Arquivo pessoal

(AEN)

Relacionadas

Leave a Comment