Programação da Semana das Crianças em hospital de Cascavel conta com projeto “Cãoterapia”

As crianças internadas na pediatria do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop), em Cascavel,  receberam uma visita mais que especial, do Nico, Basset Hound, de 5 anos, veio cheio de energia para passar a tarde divertindo os pacientes. A visita foi surpresa e contagiou sorrisos das crianças, assim como das mães e da equipe da unidade. “Eu achei muito legal, porque as crianças sempre gostam de cachorro. O Júlio é o caçula da casa e pede muito para adotarmos um cachorro, então ele pode se divertir bastante nesse dia aqui”, diz a mãe do Júlio Natanael Alves de Oliveira, Franciele Regina de Oliveira.

A visita do cachorro faz parte do projeto “Cãoterapia” e essa é segunda vez que o Huop realiza um projeto de humanização com foco no tratamento com a visita de animais. O objetivo é melhorar os aspectos sociais, físicos e cognitivos dos pacientes internados. “Há muitos estudos científicos que apontam que essa interação com os animais ajuda na recuperação dos pacientes, e pensando na humanização do atendimento no hospital, acreditamos que essa visita além de arrancar sorriso das crianças ajuda nesse tratamento, para que elas possam se recuperar e ir para casa o quanto antes”, avalia o diretor geral do Huop, Rafael Muniz de Olivieira.

Essa é a segunda visita do Nico ao Huop. Ele foi escolhido para o projeto tendo em vista a avaliação dos critérios, sendo um deles o comportamento. “Precisa ser um cachorro dócil, e sempre acompanhado do tutor para evitar qualquer tipo de acidente no ambiente hospitalar”, explica a médica veterinária e tutora do Nico, Bruna Zuffo.

Além da avaliação do comportamento, o cachorro também deve estar com as vacinas e saúde em dia para fazer a visita no hospital. O protocolo atende as recomendações da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) para a segurança do paciente.

Além disso, no dia da visita também é um dia especial para o cachorro, pois o momento da beleza é essencial, Nico veio enfeitado de príncipe depois de uma manhã no pet shop. “Ele é um cachorro muito tranquilo e gosta muito de crianças, então é sempre bom participar dessas atividades. É a segunda vez que viemos no hospital, e pretendemos vir mais vezes alegrar as crianças internadas nessas datas comemorativas, é muito gratificante proporcionar esses momentos”, ressalta Bruna.

(Assessoria)

Relacionadas

Leave a Comment