Projeto de Celso Dal Molin quer proibir “linguagem neutra” na educação municipal

O projeto de lei foi lido no início da sessão do dia 28 e deve agora tramitar pelas comissões, antes que possa ser colocado em votação.

Flávio Ulsenheimer

O vereador Celso Dal Molin (PL) protocolou na terça-feira (28) o Projeto de Lei nº 135/2021, que “protege o direito dos estudantes ao aprendizado da língua portuguesa no município de Cascavel”. A proposta determina, no artigo 2º, que “não será admitida a linguagem neutra nos materiais didáticos, grade curricular escolar e ensinamentos mesmo que esparso das instituições de ensino público e privado”.

No mesmo artigo, o texto diz que essa proibição tem como objetivo “que não haja prejuízo na qualificação do indivíduo e seu consequente aprendizado da norma culta da língua portuguesa”. Na justificativa de Celso Dal Molin, ele entende que “a posição neutra dificulta toda a estrutura de linguagem desde as crianças até os adultos alfabetizados ou não, isso somado à existência das reais dificuldades com a norma atual”.

O projeto de lei foi lido no início da sessão do dia 28 e deve agora tramitar pelas comissões, antes que possa ser colocado em votação.

(Fonte: Assessoria)

Relacionadas

Leave a Comment