Segunda noite de acolhimento a moradores de rua no Ginásio do Creas supera expectativa de atendimentos

Ao todo, 54 pessoas foram abrigadas no “Centro Amor – Apoio aos Moradores de Rua”. Provopar recebe doações

Vanderlei Faria/Secom

Em Cascavel, ninguém fica para trás. Com a onda de frio intensa nesta semana, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social e Provopar, abriu novamente as portas do Ginásio Creas Augusto, chamado de Centro Amor – Apoio Aos Moradores de Rua, no bairro Coqueiral, para acolher as pessoas em situação de rua e oferecer um abrigo nas noites frias da cidade.

A iniciativa teve ontem (17) a segunda noite do alojamento e registrou lotação máxima, aliás, superior das expectativas. Ao todo, 54 pessoas foram abrigadas. O local que tinha 50 colchões recebeu reforço para que ninguém ficasse sem o acolhimento. Na primeira noite, 35 pessoas foram atendidas no espaço. Além disso, os animais dos atendidos também foram assistidos. Eles receberam ração e usufruíram das casinhas. A ação se estenderá por toda a semana.

Além do acolhimento no local, a equipe da Abordagem Social continuou percorrendo as ruas durante a noite em busca da população de rua, oferecendo estrutura mais confortável para abrigar-se durante o frio. Ao todo, foram 28 abordagens.

PROVOPAR

Aos cascavelenses que quiserem participar da ação com uma doação, o Provopar está intermediando o serviço. Para isso, basta levar a doação no espaço que fica na Rua Martin Afonso Pensa, 550, no Pacaembu. O telefone para contato é o (45) 3902-1422. As pessoas podem ajudar doando cobertores, travesseiros e roupas.

Além disso, o Provopar tem pontos de doações. Um deles fica no saguão da Prefeitura e o outro no piso L1, do Shopping JL, ao lado da livraria.

A coordenadora do Provopar de Cascavel, Néia Alberton, ressalta que o cascavelense sempre é muito solidário e pronto para ajudar. “Sempre que é chamado prontamente ajuda com doações e também participando das ações”, pontua a coordenadora do Provopar, Néia Alberton.

Acolhimento

O Município conta ainda com a Casa Pop e o Albergue Noturno, que possuem 50 vagas cada um, todos os dias, para prestar o acolhimento às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nos locais, eles recebem toda assistência da equipe, alimentação, roupas quentes, cobertas e um local quentinho para dormir e driblar o frio.

O cidadão cascavelense que encontrar uma pessoa em situação de vulnerabilidade, passando frio, também pode ajudar neste trabalho. O caminho é acionar a equipe de Abordagem Social, por meio do telefone (45) 98431-6376. Os servidores vão até o local e encaminham a pessoa ao Centro Pop, onde há um atendimento técnico, alimentação, higiene e depois o atendido é enviado a uma das casas de acolhimento da cidade.

(Secom)

Deixe um comentário