Segurança apreende arma e munições durante fiscalização de medidas sanitárias na Capital

Ao todo, foram encontrados 2.946 maços de cigarro, 884 bombas de fogos de artifício, 60 munições de variados calibres, uma carabina de pressão, cinco máquinas caça-níqueis, nove cartelas de Pramil e uma máquina do bicho.

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) desencandeou outra operação na Capital na noite desta terça-feira (1º) e flagrou, mais uma vez, estabelecimentos comerciais irregulares. O balanço da atividade é de dois pontos interditados, 20 pessoas abordadas e duas encaminhadas. Em um dos pontos, os policiais militares apreenderam uma carabina de pressão, munições, maços de cigarros, máquinas caça-níquéis e bombas de fogos de artifício.

“Normalmente as irregularidades estão associadas às pessoas que desrespeitam a lei e também se envolvem em outros crimes como contrabando, posse irregular de arma de fogo, entre outros. Por isso a ação é a mais abrangente possível para restabelecer a ordem, prevenir crimes e garantir a segurança da população”, disse o coordenador da AIFU, capitão Ronaldo Carlos Goulart.

Segundo ele, logo no início da operação foi vistoriado um estabelecimento comercial no bairro Santa Cândida onde as equipes encontraram grande quantidade de material contrabandeado. Ao todo, foram encontrados 2.946 maços de cigarro, 884 bombas de fogos de artifício, 60 munições de variados calibres, uma carabina de pressão, cinco máquinas caça-níqueis, nove cartelas de Pramil e uma máquina do bicho.

Um homem acabou preso e encaminhado para as medidas cabíveis. “Essa apreensão demonstra que a AIFU está focando na fiscalização em combater todas as infrações administrativas. A composição do colegiado com diferentes órgãos, com diferentes atribuições, permite essa atuação mais abrangente”, destacou.

A operação da AIFU ocorreu nos bairros Água Verde, Batel, Bigorrilho, Centro, Cidade Industrial de Curitiba, Jardim Botânico, Prado Velho, Rebouças, Santa Cândida, Boqueirão, Jardim das Américas e Uberaba. Ao todo, as equipes estiveram em 10 pontos comerciais, sendo que dois acabaram interditados. Quatro autuações administrativas foram lavradas pelos agentes municipais e 35 pessoas foram encontradas nos locais fiscalizados.

O capitão Goulart ainda reforçou o pedido para que a população colabore com denúncias para que pontos comerciais onde há desrespeito às medidas sanitárias sejam abordados pela PM. “A orientação que passamos à população é de que ao identificar irregularidades e ilícitos praticados em estabelecimentos comerciais entrem em contato com a Polícia Militar, denunciem pelo Disque Denúncia 181 e participem do processo da melhoria da segurança pública”, destacou.

Foto:SESP

(aenpr)

Deixe um comentário