Sul-Americano de Kickboxing reúne 12 países em Cascavel

Campeonato aberto ontem segue até o próximo domingo

Divulgação

“Comemoramos 2021. Apesar da nossa luta na pandemia foi um dos melhores anos nos resultados do esporte. Não apenas pelos títulos, mas pela participação, a decisão que tomamos de investir e horizontalizar o esporte, chegando a mais de 35 modalidades e os grandes campeonatos que aconteceram em Cascavel com a realização de competições regionais, estaduais, nacionais e internacionais. E o kickboxing é um destes esportes, onde hoje temos 12 países prestigiando nossa cidade”.

Com estas palavras, o prefeito Leonaldo Paranhos deu as boas vindas aos atletas sul-americanos de Kickboxing, às delegações e representantes das confederações dos países envolvidos. A abertura oficial do Campeonato Sul-Americano de Kickboxing aconteceu na noite de ontem (8) no Teatro Municipal Sefrin Filho.

Na abertura do evento, o prefeito Paranhos também assinou no chamamento público para a inclusão da modalidade esportiva nas escolas de tempo integral da rede municipal de ensino de Cascavel, a partir do próximo ano.

Este termo de colaboração, é decorrente do chamamento publico número 04/2021/Semed, que tem por objetivo a oferta de atividades, por meio da contratação de instrutores especializados e orientador educacional, conforme detalhado no plano de trabalho e aplicação. “ Isso quer dizer que nós partimos para o esporte profissional, sempre buscando resultados e investindo na base, nas nossas crianças para que desperte o interesse pelo esporte. Esta modalidade é uma disciplina que trabalha a mente e o corpo das crianças”.

Para Paulo Zorello, presidente da Confederação Brasileira de Kickboxing e presidente da Confederação Pan-Americana de kickboxing , a inserção deste esporte na rede de ensino é um passo espetacular. “O prefeito Paranhos, com esta proposta, nos deixou lisonjeados. A Confederação Brasileira cedeu dois rings oficiais para a Prefeitura de Cascavel e tornar o kickboxing como parte da rede municipal de ensino vai fazer não somente que a modalidade cresça mas que tenhamos a oportunidade de usar este esporte como ferramenta social e de inclusão que é a principal fundamento de que o esporte pode fazer”, enfatiza.

O campeonato

O 12º Campeonato Sul-Americano de Kickboxing é uma realização da Confederação Brasileira da categoria com a supervisão da Confederação Pan-Americana e apoio da Wako e tem patrocínio do Governo do Estado do Paraná, por meio da Superintendência Geral do Esporte e da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes.

O campeonato acontece de 8 a 12 de dezembro de 2021 em Cascavel.

Sua primeira edição foi realizada no ano de 1999 e é organizada pela CBKB com supervisão da Wako Panam. É o principal evento do continente no ano, reunindo atletas oriundos de 12 países da América do Sul.

Paola Garrido, da Confederação Chilena, destacou a importância do evento “porque está unindo todos os países sul-americanos para dar impulso a este esporte. Para o Chile é o primeiro processo para dar um passo ao mundial. Com o Sul-Americano vem o Pan-Americano e com isso classificamos nossos atletas para o mundial”.

Já o representante da delegação paraguaia, Hugo Lobo, falou que “o evento em Cascavel reúne os melhores atletas de todo continente”.

O Campeonto de Kickboxing acontece bianualmente e vale pontuação para os atletas que participam no ranking amador de cada país participante e também do ranking mundial amador da wako. “Um momento importante para cidade de Cascavel, para o Estado do Paraná. Nossos hotéis ocupados, nossa economia sendo movimentada pelo esporte. Esta, está sendo uma oportunidade intercâmbio e troca de informações, um evento internacional desta envergadura permite que surjam desdobramentos entre os participantes e a população”, disse o secretário de Esportes e Cultura de Cascavel, Luiz Ernesto Meyer Pereira.

O kickboxing é um dos desportos de contato em forte ascensão, possui o reconhecimento do COI (Comitê Olímpico Internacional) e faz parte da FISU( (International University Sports Federation), dos jogos mundiais de combate e do The World Games. A Wako (World Association Kickboxing of Organizations) é a maior . “Este campeonato sul-americano é muito importante para nós porque queremos demonstrar a capacidade do Equador para representar nosso país no kickboxing”, completou Diego Seballos, da Confederação Equatoriana que participa com oito atletas deste campeonato.

(Secom)

Deixe um comentário