Profissionais da educação passam por curso de saúde mental e gestão de emoções

Primeiras cinco turmas participaram do curso na manhã desta quarta-feira no auditório da Unipar. No total, serão dez encontros e a proposta é transformar o curso em programa contínuo Profissionais da Secretaria de Educação participaram na manhã desta quarta-feira (29) de um curso sobre saúde mental e gestão de emoções. As primeiras cinco turmas participaram da ministração durante a manhã no auditório da Unipar. O curo foi proferido pelo professor Lademir Renato Pietrich De acordo com a secretária Marcia Baldini, o curso é uma grande conquista para a rede pública municipal…

Leia Mais

Com novo cenário da pandemia, ensino presencial passa a ser prioridade no Paraná

A nova resolução altera a anterior que regulava a questão (nº 0735/2021) e prioriza o retorno presencial às atividades de ensino. Medida vale para instituições de ensino públicas e privadas. A Secretaria de Estado da Saúde publicou nesta quinta-feira (23) a resolução nº 860/2021, que dispõe sobre novas medidas de prevenção, monitoramento e controle da Covid-19 nas instituições de ensino públicas e privadas do Estado do Paraná. A nova resolução altera a anterior que regulava a questão (nº 0735/2021) e prioriza o retorno presencial às atividades de ensino. A garantia da…

Leia Mais

Secretária de Educação Márcia Baldini tem seu trabalho reconhecido pela Câmara

A Câmara aprovou por unanimidade na sessão desta terça-feira (21), a Moção de Aplausos 54/2021 à secretária municipal de Educação, Márcia Aparecida Baldini, pela escolha ao cargo de Secretária de Assuntos Jurídicos da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME. O documento foi proposto pelos vereadores Pedro Sampaio (PSC) e Cidão da Telepar (PSB). A eleição da nova diretoria executiva do órgão aconteceu no dia 16 de setembro de 2021, durante o 18º Fórum Nacional dos Dirigentes da Educação. O grupo ficará à frente da instituição no biênio…

Leia Mais

Quatro em dez alunos pensaram em parar os estudos devido à pandemia

Em 2020, com então 15 anos de idade, a estudante do ensino médio Letícia de Araújo Alves Meira teve que tomar uma decisão difícil: considerada uma aluna aplicada, ela resolveu interromper os estudos. Moradora de Valparaíso de Goiás, a cerca de 40 quilômetros de Brasília, a adolescente sentia que não estava assimilando o conteúdo do 2º ano da rede pública de ensino. “Estava achando muito complicado acompanhar [as aulas remotas]. Era atividade atrás de atividade, e poucos encontros [webaulas] para tirar dúvidas. Era desproporcional. E, muitas vezes, só éramos avisados…

Leia Mais