Uma lancha chamada ‘Jesus’

Fiquei boquiaberto com a reação raivosa de lideranças evangélicas do Brasil com a imprensa, principalmente com o Grupo Globo, eleito por parte de alguns irmãos como um império satânico, pelo fato de o jornal o Globo estampar no título de uma reportagem que a lancha onde estavam os mortos da tragédia de Capitólio se chamava ‘Jesus’. Vários veículos de comunicação trouxeram essa informação, jornalisticamente corretíssima, diga-se de passagem. Inflamados pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro, que fez um post criticando a postura do jornal, muitos pastores saíram dedilhando pelas redes sociais…

Leia Mais