Luis Felipe Manvailer é condenado a 31 anos de prisão por morte de Tatiane Spitzner

O Tribunal do Júri de Guarapuava, no Centro Sul do estado, condenou a 31 anos, 9 meses e 18 dias de prisão Luis Felipe Manviler denunciado pelo Ministério Público do Paraná pela morte da esposa, Tatiane Spitzener, em 2018. O Conselho de Sentença acolheu as teses do MPPR e reconheceu que o réu matou a esposa mediante asfixia (causada por esganadura) e depois a jogou da sacada do apartamento onde residiam. O caso de violência doméstica ganhou repercussão nacional e resultou na edição de lei que estabeleceu a data do…

Leia Mais