Virada da Independência: Galera jovem atende ao chamado e mais de duas mil doses são aplicadas

Ao som de música no Centro de Convenções e Eventos, Programa Municipal de Imunização vacinou jovens com 20 anos ou mais neste sábado (4)

O Centro de Convenções e Eventos de Cascavel recebeu na tarde deste sábado 2131 jovens com 20 anos ou mais que compareceram ao local para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Ao som de música dos mais variados estilos, tocadas por sete bandas e cantores diferentes, os jovens não perderam tempo e fizeram sua parte na luta contra a pandemia.

O ambiente agradável chamou a atenção da juventude que foi ao local para ser imunizada. O prefeito Leonaldo Paranhos destacou o Município vem num movimento consistente, inclusive com a mudança no perfil de comunicação com a juventude para atraí-la para a vacinação.

“A gente sabe que não é muito legal ficar na fila, o jovem não tem muita paciência para isso, mas criamos aqui um ambiente agradável com música, com todos os cuidados que temos que ter e eles corresponderam”, destacou o prefeito.

A estudante Juliane Goedert foi a primeira da fila para tomar a vacina e receber o carimbo do Zé Gotinha. “É muito importante garantir essa dose de esperança para a gente, não só por mim, mas por quem está dentro da minha casa, pela sociedade geral. Se cada um fazer a sua parte, logo a gente vai conseguir voltar para a normalidade”, afirmou a estudante.

O secretário de Comunicação Jefferson Lobo explica que a campanha adotou a hashtag #tomajuizo com o propósito de mobilizar a juventude que hoje está tomando a primeira dose a ser uma voz para orientar seus pais e pessoas mais velhas, que já tomaram as duas doses, sobre a importância de manter os cuidados enquanto a pandemia não desaparece. “Não é porque a pessoa tomou a vacina que tem que relaxar”, observa. Lobo destaca, ainda, que os jovens estão engajados divulgando sobre a importância da vacinação.

O secretário de Saúde Miroslau Bailak afirmou que os jovens estão de parabéns pelo engajamento e a decisão de tomar a vacina. “E nossos servidores também vieram hoje para oportunizar aos jovens a possibilidade de tomar a primeira dose da vacina salvadora, porque ela é a única maneira de se proteger de uma doença grave”, afirmou.

Os jovens que tomaram a vacina hoje devem observar na carteirinha e ficar atentos para a data da segunda dose e a unidade onde ele receberá o complemento da imunização.

 

Relacionadas

Leave a Comment