Voluntários da Guarda Municipal darão aulas de artes marciais no Riviera

Projeto será lançado na próxima segunda-feira, voltado às crianças e mulheres do conjunto habitacional

Foto: Vanderlei Faria/Secom

“Mais do que proteger, nosso objetivo como Guarda Cidadã é cuidar do futuro das nossas crianças, adolescentes, da nossa comunidade como um todo”. A afirmação foi feita pelo secretário municipal  de Segurança Publica, Pedro Fernandes, ao falar do projeto-piloto que vai oferecer aulas de Karatê e Jiu Jitsu, para crianças de 6 a 12 anos e mulheres, no Conjunto Riviera, já a partir da próxima segunda feira (2),  às 9h, no salão comunitário do bairro.

As aulas serão ministradas de forma voluntária pelos guardas municipais Bráulio Pereira Alves, que é graduado em educação física com bacharelado e licenciatura,  segundo DAM de taekondo e  faixa marron de jiu jitus e Rafael Ferreira de Souza, primeiro DAM de karatê. “O projeto-piloto busca, por meio das artes marciais, conscientizar as crianças do seu papel enquanto cidadãs e formar o cidadão para a sociedade”, explicou o GM Alves.

Inicialmente, o proejto de Jiu Jitsu e Karatê será oferecido a 25 crianças e mulheres. “ Nós sentimos um interesse bastante grande por parte da comunidade e, conforme as inscrições forem acontecendo, as turmas aumentando, vamos ampliar os horários do projeto para atender a todos de forma gratuita. Queremos com isso contribuir com a sociedade e mostrar para as crianças seu potencial, ocupando seu tempo livre e integrando-as às práticas esportivas. Acreditamos que com isso estaremos mantendo estas crianças e adolescentes longe de práticas ilícitas e dos perigos que podem estar expostas diariamente”, completou o guarda municipal De Souza.

Aproximar a Comunidade

O secretário Pedro Fernandes  disse ainda que o Conjunto Rivera fora escolhido para a implantação deste projeto-piloto por conta das situações vivenciadas pela GM naquela localidade e ao grande número de crianças e adolescentes que podem ter acesso às práticas esportivas de forma gratuita e com profissionais especializados.

“Nossa corporação  é composta de profissionais altamente capacitados, mas alguns se destacam por possuírem  habilidades como o Jiu Jitsu e Karatê. Por isso, em conversa com  a associação de moradores e com os próprios servidores, vimos a possibilidade de realizar  este projeto e a estrutura existente naquele bairro, nos dá plenas condições para  a execução das aulas”, explicou.

A Associação de Moradores do Conjunto Riviera vê nesta oportunidade, além da aproximação da Guarda aos moradores, a possibilidade de revelar grandes campeões nas modalidades oferecidas. “Nosso objetivo com as aulas, enquanto comunidade, é termos bons cidadãos. Almejamos ter campeões, mas se  tivermos bons cidadãos. Com dignidade e respeito ao próximo será uma grande vitória”, finalizou o presidente da associação de moradores do Riviera, Eloir Alves.

(Secom)

Relacionadas

Leave a Comment